18.90€ 17.01 
Titulo História Natural da Estupidez
Autores Paul Tabori, Richard Armour (Introdução)
Colecção
História
Género
Ensaio
Proposto por
Hugo Xavier e Ricardo Simões
Editor
Hugo xavier
Formato
15,5x23 cm
N.º Páginas
360
Data
Março de 2017
ISBN
978-989-99454-2-5
Um dos grandes clássicos do ensaio do século XX, divertido e profundo.
(Escolha de Natal do Expresso 2017)

«A Estupidez é a mais mortífera arma ao alcance do ser humano; a epidemia mais devastadora; o luxo mais dispendioso.»

A «História natural da estupidez» é uma excelente reflexão acerca dessa característica infindável e inefável da raça humana que é a estupidez. O livro está repleto exemplos históricos que marcaram a evolução da estupidez desde a Antiguidade até aos tempos de hoje. A burocracia, o servilismo, a dúvida e a rigidez da lei são alguns dos temas incluídos nos capitulos do livro.

Uma deliciosa panorâmica com um fundo histórico-filosófico riquíssimo e ao mesmo tempo uma reflexão para a vida!
Paul Tabori (1908-1974) foi um escritor e ensaista húngaro de expressão anglófona de grande sucesso em meados do século XX.
Autor de mais de duas dezenas de romances, Tabori é hoje sobretudo recordado pelos seus ensaios sobre os "defeitos" humanos.

O autor quase toda a sua carreira literária no Reino Unido onde para além de escritor foi também investigador e jornalista. Antes de emigrar tinha-se tornado conhecido como autor de livros infantis na sua Hungria natal.

Tabori era reconhecido pelos seus amigos e contemporâneos como «um dos últimos homens do Renascimento» (Aldous Huxley) ou «o verdadeiro homem-enciclopédia» (George Bernard Shaw).

As suas obras foram traduzidas em dezenas de países. A sua «História Natural da Estupidez» foi publicada em Portugal nos anos 60 tendo sido um sucesso de vendas com várias edições esgotadas. Infelizmente a edição tinha sido bastante censurada por motivos evidentes a quem ler o livro hoje.
Escolha de natal do Semanário Expresso 2017 - José Guardado Moreira.
Sem informação
Venha construir esta editora connosco