12.90€ 11.61 
Titulo Da Pintura (seguido de) Da Estátua
Autores Leon Battista Alberti, Isabel Nogueira (Introdução), José Serra (Tradução)
Colecção
Imagética
Género
Ensaio
Proposto por
Pedro Bernardo
Editor
Pedro Bernardo
Formato
13x20cm
N.º Páginas
120
Data
Maio de 2017
ISBN
978-989-99720-4-9
Um dos mais importantes textos teóricos sobre arte de todos os tempos. escrito no renascimento mas mais actual e preponderante que nunca.
Na tradição da escrita tratadística, bastante fomentada e desenvolvida na Antiguidade Clássica, Leon Battista Alberti deixou-nos a sua célebre trilogia sobre as artes, correspondente às obras: De pictura, escrita em 1435, é um tratado de pintura originalmente redigido em italiano vernáculo e posteriormente em latim, dedicado ao arquitecto Filippo Brunelleschi; De re aedificatoria, escrito entre 1442 e 1452, é um tratado de arquitectura que toma como modelo o célebre tratado de Vitrúvio, seguindo o formato clássico de dez livros/capítulos; e, por último, De statua, escrito em 1462, é um tratado de escultura e provavelmente o menos ambicioso e complexo dos três trabalhos em questão. Esta edição junta o primeiro, De pictura, e o último, De statua, precedidos por uma Introdução de Isabel Nogueira sobre a vida e obra do autor.
Leon Battista Alberti (1404-1472) foi um dos mais importantes arquitectos, artistas e teorizadores do Renascimento italiano.
Leon Battista Alberti nasceu em Génova, em 1404, e viria a morrer em Roma, em 1472. O seu percurso estendeu-se, ao modo do homem renascentista, por diversos domínios, tais como a arquitectura – são de sua autoria as fachadas de San Francesco de Rimini, de Santa Maria Novella ou do palácio Ruccelai, em Florença, assim como as Igrejas de San Sebastian e Sant' Andrea de Mântua –, o pensamento filosófico, a matemática, a pintura ou a escrita. De entre os seus tratados, devemos conferir particular enfoque à trilogia das artes, correspondente às obras: De pictura, escrita em 1435, é um tratado de pintura originalmente redigido em italiano vulgar e posteriormente em latim, dedicado ao arquitecto Filippo Brunelleschi; De re aedificatoria, escrito entre 1442 e 1452, é um tratado de arquitectura que toma como modelo o célebre tratado de Vitruvio, seguindo o formato clássico de dez livros/capítulos; e, por último, De statua, escrito em 1462, é um tratado de escultura e provavelmente o menos ambicioso e complexo dos três trabalhos em questão.
Sem informação.
Sem informação
Venha construir esta editora connosco